Arraia Negra

Arraia negra (Potamotrygon leopoldi), também conhecida como Arraia Xingu e Arraia Leopoldi. É uma espécie só encontrada no Brasil, especificamente na Bacia do rio Xingu, local que lhe rendeu seu nome. Mede entre 40 e 60 centímetros quando adulta e chega a viver até 15 anos. São peixes carnívoros que se alimentam de qualquer outro peixe ou invertebrados que consiga engolir. Está ameaçada por perda de habitat e pelo tráfico de animais para o aquarismo já que são animais raros e caros.

Jardim Japonês

Na cultura japonesa o paisagismo é uma das formas mais elevadas de arte, pois consegue expressar a essência da natureza em um limitado espaço. Assim são os jardins japoneses, feitos para conduzir naturalmente a um estado de meditação, calma e espiritualidade. O lago com carpas ornamentais representa a vida. Destaque para as cores das carpas (Koi) ornamentais. Elas surgiram no Japão através de mutação genética, mas a carpa comum é originária da China e são símbolos de prosperidade, longevidade e fertilidade.

Mariquita

A Mariquita ou Maria-boba (Heliconius ethilla narcaea) é uma borboleta que geralmente voa baixo, vive em florestas, clareiras, parques de cidade e jardins e são encontradas no Brasil e no Paraguai. Se alimentam de néctar das flores e são evitadas por boa parte dos predadores porque se alimentam de uma substância tóxica que acaba sendo transferida para seu organismo.

Beija-flor-de-fronte-violeta

Beija-flor-de-fronte-violeta (Thalurania glaucopis) também conhecido como beija-flor-de-testa-roxa, beija-flor-verde, picaflor-corona-azul, entre outros. Mede cerca de 11 centímetros, tem a plumagem verde-brilhante e um violeta na cabeça. Não chama atenção apenas pela beleza, mas também pela fama de agressivo quando outra espécie se aproxima da sua fonte de alimento. Ocorre da Bahia até o Rio Grande do Sul e também é encontrado no Uruguai, Paraguai e Argentina. Tem como curiosidade tomar banho com regularidade, inclusive em dias chuvosos.

Aposentadoria

E chegou a hora de te aposentar minha primeira Câmera. Essa Canon PowerShot SX510 HS foi a semiprofissional que me acompanhou até aqui. Comprei em 2013 e fiz grande parte das fotos do @mundoquevi com ela, tornando ainda mais prazeroso este hobby, com mais de 50 mil fotos neste período. Também registrou muito da Cacau 🐶 e do Matheus 👶🏻. Parto agora para uma profissional também da @canonbr @canonusa e vamos ver o que consigo extrair dela.

Raia-chita

Raia-chita (Aetobatus narinari) conhecida também como arraia-chita, raia-pintada, arraia-pintada, narinari, papagaio, entre outros. Vive entre 15 e 18 anos e é reconhecida por saltar fora da água quando está fugindo de predadores. Muitos não sabem, mas a arraia é um peixe que possui uma boca que lembra o bico de uma ave, corpo achatado e uma cauda com um chicote que carrega de 1 a 5 ferrões, equipada também com uma camuflagem perfeita, tendo a parte de baixo branca e a parte de cima escura com manchas. As raias-chitas podem ser encontradas em todas as águas tropicais do Oceano Atlântico e são capazes de nadar grandes distâncias em mar aberto.

Rio de Cavalcante

Detalhe de um dos rios que atravessam a cidade de Cavalcante-GO. A cidade possui mais de 60% de sua área no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e contempla lindas cachoeiras (entre elas umas das mais bonitas do Brasil – Cachoeira Santa Bárbara), além de trilhas, formações rochosas, mirantes e incríveis exemplares da nossa fauna e flora. Fica a 320 km de Brasília e a 500 km de Goiânia.

Pirâmide de Kukulkán

Templo maia de Kukulcán ou Pirâmide de Kukulkán. Esta pirâmide restaurada fica no sítio arqueológico de Chichén Itzá. Também conhecida como El Castilo (O Castelo), foi construído no século XII d. C. pelos maias. Neste local eram realizados os cultos ao Deus Maia Kukulkán (Serpente Emplumada) e também era usado como calendário Haab (calendário solar agrícola) e o calendário Tzolkin (calendário sagrado). A UNESCO declarou a cidade maia de Chichén Itzá como Patrimônio da Humanidade em 1988.